Vários WWE Superstars sendo processados por incidente em live event


Um ex-guarda de segurança no Savannah Civic Center, em Savannah, Georgia, está processando vários WWE Superstars depois que ele foi atingido com uma cadeira de aço em um evento ao vivo da WWE em 2013, de acordo com a Courthouse News Service. A queixa foi apresentada no final de junho.

Troy Rivers diz que ele foi inesperadamente atingido "sobre a cabeça, pescoço e costas" com uma cadeira no evento. OS nomes citados no processo são John Cena, Ryback, Dean Ambrose, Roman Reigns, Seth Rollins, Daniel Bryan, Cesaro, Fandango, Damien Sandow, Cody Rhodes, Kane e R-Truth. Rivers não tem certeza quem realmente bateu nele, acreditando que pode ser Ambrose, então seu advogado está processando cada Superstar que competiu naquela noite. Seu advogado Kevin Elwell disse:

"Nós não revisamos o vídeo do evento, por isso estamos trazendo todos no card daquela noite. Apenas um cara fez isso, mas não sabemos qual deles ainda. "

Rivers disse que o incidente deixou-o com "lesões pessoais graves, significativas e permanentes." A esposa de Rivers, Maria, também é uma das queixosas no processo e afirma que o incidente a privou de "comunhão conjugal" com o marido. Troy também afirma que por causa de negligência grosseira da WWE, ele está sofrendo de uma "angústia mental e física, diminuição da sua capacidade de ganhos, e continua a sofrer uma perda de aproveitamento da vida."

O homem está buscando indenizações punitivas e compensatórias não especificadas. A WWE emitiu uma declaração escrita em resposta e disse que eles não têm conhecimento de "qualquer incidente, e que a empresa de segurança que contratou o autor não tem qualquer registro desse assunto também. Além disso, o advogado do queixoso admitiu que não tem nenhuma base para processar os réus individuais citados na ação."