Spinebuster #10 - Além dos States...

Um comentário :

Isso aí galera, é o retorno do Spinebuster, mas o texto de hoje não é de minha autoria (Vitor Alves) mas sim de Gabriel Zillig da nossa página de curiosidades no Facebook, a BWO. Então, sem mais delongas, confiram este grande artigo realizado pelo #Kane da BWO.


Porque não conhecer um pouco do Puroresu e da Lucha Libre? Pois bem, talvez vocês conhecem essas duas variações da Luta Livre, mas sabem exatamente o que são e suas respectivas histórias?

É inegável dizer que o Puroresu (estilo japonês) tem muitos traços da Lucha Libre (estilo mexicano), através por exemplo das máscaras mexicanas, que em ambas as modalidades é uma peça sagrada.
As máscaras japonesas, receberam decorações distintas das simples máscaras de Lucha Libre como adornos, chifres, escamas, barbatanas, semelhanças a animais, dentre outros elementos atrativos que não existia no México.

Quando se fala do pro-wrestling do Japão, não há como se esquecer dos maiores nomes do estilo, que sem sombras de dúvidas são o Jushin Thunder Liger, Ultimo Dragon, The Great Muta, Tiger Mask (o primeiro e original Satoru Sayama, wrestler que seu golpe Tiger Feint Kick serviu de exemplo da construção do 619 do Rey Mysterio), Hayabusa que foi um exímio wrestler do high flyer e do hardcore que lutou na FMW (Frontier Martial-Arts Wrestling), empresa que introduziu o estilo hardcore pela primeira vez no pro-wrestling.



Apesar do atual Puroresu ter wrestlers ostentando máscaras criativas e coloridas, a maioria dos lutadores nipônicos hoje em dia não usam mascaras, é um wrestling chamado de Strong Style pelo estilo mais pesado de wrestling , se na WWE vemos tantas proibições a golpes porque consideram violentos demais no Puroresu pode se desferir até um Tombstone Piledriver de cima do corner que ninguém veta.

Agora sobre a Lucha Libre. No estilo propriamente mexicano, temos uma das empresas mais antigas não somente desse estilo, como também de todo o pro-wrestling, que é a CMLL que foi fundada em 1930 quando Don Salvador Lutteroth regressava de viagem a Houston no Texas, e impressionado com o pro-wrestling apresentado em solo estadunidense, o empresário empresario decidiu fundar sua própria empresa de pro-wrestling em 1933, que foi a EMLL, que mais tarde se nomeou NWA-EMLL e atualmente CMLL.

De início, a EMLL pegou lutadores estadunidenses, e com o passar do tempo a EMLL foi incorporando chicanos e adicionando-os em seus combates, algo que não havia no pro-wrestling do Estados Unidos: acrobacias.



Hoje em dia, o México é uma das principais referências de pro-wrestling sobretudo do high-flyer, por lá os luchadores realizam fantásticas manobras de voo que você nunca verá em outro canto do mundo, pois esse estilo é praticamente único deles.

No México, a Lucha Libre é praticamente o segundo esporte mais popular do país ficando atrás do futebol, e o carinho dos mexicanos pelas máscaras, tem sentido igual (se não maior) em vista das camisas de futebol, e é algo sagrado para eles e artísticos, e no México perder uma em um combate é quase uma humilhação, e o simbolismo por trás dessas máscaras é tão grande que muitos dos lutadores mais importantes desse estilo que morreram foram velados e até mesmo enterrados de máscara, sem ninguém saber o rosto da pessoa.

Muita gente erroneamente da crédito a Hulk Hogan por ter sido o primeiro wrestler a fazer filmes, mas isso é um engano porque El Santo, Mil Máscaras, Tinieblas e Blue Demon já tinham feito filmes bem antes dele, e ainda que esses wrestlers lá são quase endeusados e cultuados como super-heróis de quadrinhos.

Por fim, encerro essa crônica dizendo que muitas das manobras feitas hoje no pro-wrestling americano foram executadas inicialmente no México e no Japão.

Um comentário :

  1. Grande texto, é por isso que acompanho sempre a BWO, parabéns !!!

    ResponderExcluir