Phenomenal Opinion #36: Uma nova história se inicia com o pedido do público!


Tudo certinho com a nação WNB e a partir de hoje NBO Wrestling? Nesta terça-feira volta para mais uma edição da humilde residência da TNA Wrestling em ambos blogs...o Phenomenal Opinion! Como de rotina, agradeço a todos pelos comentários recorde, sejam eles quais forem, e pelas views! Hoje atenderemos a um pedido da crowd desta coluna... o Randy Fehrer pediu, eu acatarei! Quer saber o que será analisado? Clique no mais e confira mais esse episódio para vocês! Bem galera, antes de começarmos o quadro, quero agradecer ao Vítor por acreditar nesse projeto que vem sendo a minha casa online desde março de 2014 e ao Silas por permitir que essa expansão ocorra. Para a TNAtion do NBO que não conhece e para a galera do WNB que ainda não conhece o projeto vamos a uma explicação rápida do conceito: - O Phenomenal Opinion é uma coluna part-timer (sem regularidade definida) que analisa exclusivamente a TNA e tem 3 bases principais: análise de notícias, análises temáticas (com ou sem pedidos do público) e análises dos eventos da TNA. Os temas sempre se alternam, sendo uma edição um, outra edição outro. Bom essa semana atenderei ao pedido do Randy Fehrer, então sem mais explicações vamos ao que interessa. Bem meus caros, o pedido dele foi para que eu fizesse uma análise dos "Motivos para se assistir a TNA atualmente", e é isto que faremos. Haveria vários motivos citáveis do porque acompanhar a federação dos Carter, mas me aterei a cinco. Então vamos a eles.


 TODO IMPACT TEM VALOR! 

Uma das grandes reclamações dos fãs das empresas rivais é o fato de realizarem Live Events épicos, shows semanais pífios e que quando atingem o fraco já são colocados como os melhores do ano e se quiser parar de ver lutas repetidas tem de comprar o PPV que é cercado de expectativas, mas nem sempre as atende. Essa é uma terrível equação que sequer existe na TNA. Os house shows são poucos e bem pontuais, geralmente na UK Tour e possuem qualidade que se não for igual é similar aos IMPACTs, os PPV regulares são feitos duas vezes ao ano (Slammiversary e Bound For Glory) e o que é visto em um evento em junho é o mesmo visto no IMPACT meses atrás, já os One Night Only sempre tem uma temática diferenciada, porém mesclam lutadores com química já testada. O produto apresentado nos IMPACTs é muito mais regular, do que as concorrentes, porque sempre mantém, para bem ou para mal, a qualidade estável. Resumindo, o que se vê nos outros eventos, se vê na TV, e por isso os shows semanais não são usados para ficar prolongando feuds com lutas repetitivas e sem qualquer fim, sendo bom ou não, cada match tem um propósito e ajuda a construir a longo prazo as rivalidades, não usando os shows semanais para, como se diz no dito popular "encher lingüiça".


A X DIVISION! 

Tendo matches geniais, ou combates para serem esquecidos, a divisão X é atualmente um diferencial único dentro do mercado americano (agora a GFW também tem uma cruiserweight division, mas é ignorável por não estar ainda formada). As pessoas que desde o fim da WCW clamam por uma divisão para os mais leves e ágeis, tem um prato cheio para se deliciar. É claro que a qualidade não continuou intocada desde a Golden Era da divisão, ela caiu, mas as X Division Matches sempre trazem um ritmo diferenciado e único nas empresas americanas, com agiliadade e velocidade pura. Por maior que seja o problema enfrentado, é inquestionável que a divisão sempre tem grandes astros que fogem com categoria do estilo powerhouse dominante na arquirrival. Além disso, há duas especialidades de luta únicas: a épica Ultimate X e as sempre ótimas Xscape Matches. Para fechar, temos a Option C que permite que o X Division Champion se torne World Heavyweight Champion, o que é inédito, nas Big Leagues, um título que numa determinada época do ano, pode se tornar cash-in. É claro que a insana classe de wrestlers, não está em seus melhores dias apesar de ter como campeão a pouco tempo, um astro tão talentoso como Rockstar Spud. Não é ouro puro, mas pela singularidade é algo que merece ser visto com carinho. TNA iMPACT Wrestling (27/03/2015)


 HARDCORE SPIRIT NUNCA MORREU!

 Agora o assunto não é nenhum pouco pure wrestling, é violência pura. Trazendo semanalmente a violência sanguinária, morta nas Big Leagues americanas pelo conceito de TV PG, é o ponto único e valorizado, como merece, dentro do IMPACT Wrestling. A idéia de hardcore sem assustar as crianças, nem sequer existe nos shows, porque violência e sangue é algo presente na TNA desde a sua fundação. Os palavrões e o estilo de agir que marcou os anos 90, acabou em Stamford, mas vive em Nashville. Os faces que mais parecem super-heróis de quadrinhos, do que pessoas normais, não aparecem e o estilo face, mas politicamente incorreto, guia os babyfaces que mesmo bons, ainda são sanguinários. Desde o fim da ECW e o começo da PG Era, o público hardcore, que ama insanidades, mas acompanha apenas as grandes federações americanas ficou órfão destes tipos de combates e atitudes. Um bom exemplo são as Full Metal Mayhem e Monster’s Ball que nos trazem os anos dourados dos fãs de loucuras. É um motivo que se assemelha ao anterior por se tratar de algo singular, feito por empresas que marcaram época, mas que hoje são adotados apenas pela TNA. Ou seja, se o objetivo é ver algo que poucos (para não ser leviano de dizer ninguém) fazem, o lugar é o IMPACT. IMPACT Coverage: MVP unleashes his alliance | Dixie returns to confront them | Eric Young is ready for war | Bram continues his mission and more


NO QUE OS OUTROS ERRAM, A TNA ACERTA! 

Olhando a frase pode parecer arrogância ou dizer que os bookers não erram, quando na verdade é o oposto, porque erros são comuns no booking atual. O sentido disso é que o erro das concorrentes vira ouro nas mãos da TNA. A diretoria da federação sempre aproveitar wrestlers das outras Big Leagues sempre é uma fonte de críticas, na famosa frase “o que Stamford joga no lixo, Nashville aproveita”. Mas nos últimos tempos a história se inverteu porque a incompetência que ocorreu em Stamford se tornou a grande fonte de lucros na Total Nonstop Action. Um dos principais exemplos é de ECIII, que saiu de um reality-show e de lutas insignificantes em shows televisivos ao topo da TNA, inclusive sendo cotado para levar o World Heavyweight Championship para casa, no Slammiversary. Não há exemplo mais atual que Drew Galloway que saiu de jobber e lutador que abre shows semanais fracos que equivalem ao Xplosion, saiu de Stamford, chegou em Nashville e se tornou um dos principais astros atuais dentro da TNA e se tornou um dos garotos-propaganda da TNA na Inglaterra junto a Rockstar Spud. Podemos ver a incompetência ao lembrar mos que a TNA é mais forte que sua arquirrival dentro do Reino Unido e se ele fosse valorizado, poderia inverter esse fator. Sorte dos Carter e dos fãs que puderam acompanhar vários talentos, alguns que saíram em baixa das empresas rivais americanas e hoje estão em alta na TNA como: Bram, ECIII, os Hardys, Angle, Low Ki, os 3 membros da The Rising, Lashley, Anderson, MVP, Tyrus e muitos outros. Concluindo, a TNA erra muitas vezes em seu booking, mas não dar uma segunda chance aos wrestlers das outras empresas, mesmo taxados de “fracassados” por não terem sido lendários nas rivais, é algo que não existe na TNA. Sendo tecnicamente incríveis ou precisando evoluir sua técnica, os Carter sempre dão chances, às vezes até demais, aos seus astros.



MULHERES TÊM VEZ! 

Uma das reclamações freqüentes dos fãs das rivais é a falta de espaço para divisões femininas, com lutas de 5 minutos, quando chegam a isso, dando espaço mínimo em seus shows principais para suas lutadoras, muitas vezes com bookings deficientes e limitados por sua classificação PG, não permitindo um womens hardcore. As lutas das Knockouts nos IMPACTs geralmente duram por volta de 10 minutos e sempre há promos para desenvolver as feuds. O booking não é épico, mas sempre valoriza e traz novidades para divisão, sendo nas lutas ou nas feuds. Como por exemplo, a Doll House e a Beautiful People que sempre tiveram storylines independentes do roster masculino, não que em algumas ocasiões não se unissem, mas sempre houve uma independência criativa dos bookers, onde as feuds não são limitadas, com feud intermináveis ou estipulações repetidas. Inclusive anos atrás, teve uma das primeiras Steel Cage Matches femininas, em uma edição do LockDown. O produto apresentado nos IMPACTs dá liberdade a momentos bem violentos e que fogem a visão comum das empresas femininas que adotam o molde PG como por exemplo a Last Knockout Standing entre Havok e Taryn Terrell que se não foi a, com certeza foi uma das mais lutas femininas mais extremas já vistas. Resumindo, os bookings as vezes são equivocados, já que errar é humano, mas sendo para bem ou para mal, as lutas femininas sempre tem um bom tempo nos shows, não só secundários, mas também em PPVs sempre com feuds valorizadas, já que as Knockouts na TNA lutam e as vezes quase “se matam”, não ficando apenas para aumentar audiência e chamar o público dos programas apelativos para os IMPACTs, não que essa finalidade não seja usada também, mas não é a principal (valorização dos talentos das Knockouts).


 É isso pessoal! Espero ter despertado o interesse de vocês em acompanhar a TNA, (Qualquer outra dúvida este espaço está a disposição de todos) e posso dizer com toda certeza que a TNA quando se começa a acompanhar não se para mais.. Foi um quadro um pouco curto e simplório, mas é sempre uma honra fazê-lo junto com o público do WNB e pela primeira vez no NBO Wrestling. É simplesmente uma alegria poder expandir esse projeto e agradeço a todos os administradores pela oportunidade única e ao WNB por ter sido a base e ter erguido esse projeto até o status que ele atingiu hoje, pequeno, mas que me honra muito. É sempre ótimo ver mais gente acompanhando a TNA e mostrar que há wrestling fora do RAW, do Japão ou do México, que seja. E poder ser pioneiro dentro da blogsfera como colunista do clube da Dixie é uma alegria que carrego comigo. Te agradeço pelo pedido Randy, principalmente por escolher este humilde espaço, que não faz parte dos gigantes blogs internacionais para fazer seu pedido. Jacson seu pedido é o próximo da fila. Aguardo os próximos pedidos! Obrigado pelos elogios, deixem seus comentários, perguntas, opiniões, sugestões, critícas, ou seja, falem o que quiserem pois como eu sempre digo: O quadro é bom, quando o povo está nele. Estou esperando seus pedidos e eles serão prioridade nas minhas análises e irei responder tudo e todos que tiverem algo a falar. Então deixem o que se passa em vossas mentes e até mais uma edição da casa da TNA no WNB e no NBO Wrestling: o Phenomenal Opinion!