Cantinho do Cronista #5 - Resenha Elimination Chamber


Amigos, fãs de Pró-Wrestling/Luta Livre, tivemos um grande evento da WWE no último Domingo (31), o Elimination Chamber, que foi recheado de resultados surpreendentes no mínimo, não que não fossem merecidos, ao contrário era complicado se imaginar que poderia a equipe criativa da WWE permitir tais resultados, mas foi uma boa amostra de que a empresa ainda pode surpreender seus fãs, algo que até ontem era quase nulo.

Stardust (Cody Rhodes) venceu Zack Ryder

Por que eu chamo Stardust pelo nome original? Por que quem me conhece sabe que acho que a forma caricata desse personagem é excessiva e não combinou com Cody, e a WWE sabe bem disso também, não fosse dessa forma não o desvalorizaria tanto. Eis que surge esse combate contra Zack Ryder, eu imaginei; "Vão acabar com esse personagem de vez, gostaram da atuação de Ryder contra Cena e resolveram investir de novo nele", mas não foi infelizmente o que aconteceu, foi uma vitória bastante contundente de Stardust, vamos aguardar, cheira um novo push para ele. 

New Day (c) venceram Prime Time Players, Cesaro & Tyson Kidd, The Ascension, Lucha Dragons e Los Matadores

Foi interessante ver uma Chamber Match entre duplas, esperava um pouco mais dos The Ascension, creio que o que imaginava se concretizou, Cesaro & Kidd saem um pouco de cena na luta pelo título. E os Prime Time Players voltaram de vez, fizeram um grande trabalho e por pouco não conquistaram os cinturões, me parece que agora essa será a feud contra a New Day, ainda não é a hora, a decisão foi correta, mas em breve poderemos ver a dupla que se reconciliou com os cinturões. E ficou clara o Turn, os atuais campeões são em definitivo agora Heels.

Divas Championship - Nikki Bella (c) venceu Paige e Naomi

Eu não me atentei em um detalhe, Nikki Bella atingiu o recorde de tempo com o cinturão das Divas, ultrapassando AJ, que saiu segundo as "más" línguas em apoio á CM Punk, então era de se imaginar que alguém tivesse a incumbência de quebrar esse recorde, e coube á Nikki que tem na companhia uma grande história e faz jus ao título, quebrado o recorde, agora se aproxima o momento do cinturão trocar de cinturinha, vamos aguardar. 

Kevin Owens venceu John Cena

E foi um momento espetacular, nós dizíamos aqui na Antevisão (Clique), que era um combate onde Cena não tinha nada a perder, e que Owens tinha a muito a ganhar e era o franco atirador, aconteceu mais do que isso, uma vitória destruidora do NXT Champion sobre Cena que culminou numa espetacular promo de resposta de Cena esta noite no RAW, inicia-se uma feud entre eles, que caminha para Cena terminar claro por cima, mas ainda assim, a carreira de Owens não poderia começar de melhor maneira no Main Roster, decisão ótima e surpreendente por parte da WWE. 

Neville venceu Bo Dallas

Como previsto, um combate com vitória arrasadora de Neville, seria muito estúpido usar Neville para dar um novo push á Bo Dallas, que sinceramente, eu não vejo com talento, não vejo um caminho para ele na WWE. 

Intercontinental Championship - Ryback venceu Sheamus, Henry, Barrett e R-Truth 

Venceu um azarão, Ryback andava um tanto desvalorizado, e foi mais um movimento em que a WWE surpreendeu os fãs, e o lutador se mostrou emocionado, no RAW ficou claro que deve nascer uma feud entre ele e Big Show pelo título, que foi entregue por Daniel Bryan, aí estava uma dica pré-combate de que um face venceria, afinal pra um heel seria comum atacar Bryan, o que não pode acontecer devido a sua condição atual. Parabéns á Ryback e que ele possa calar os críticos (inclusive nós) na sequência do reinado.

WWE Championship - Dean Ambrose "venceu" Seth Rollins (c) (Desqualificação)

Vejam, foi um grande combate, como sempre tem sido entre estes dois talentosíssimos Wrestlers, ficaríamos todos contentes já com o grande destaque que Ambrose tem recebido, mas ele acabou vencendo o combate, e por alguns instantes comemorando o título. Porém de forma confusa, foi decretada a desqualificação e a vitória de Rollins, Ambrose fugiu com o cinturão, mas ele não é seu ainda, no Money in the Bank, eles voltam a se enfrentar pelo título, e no RAW Rollins deu andamento a ideia de abandonar a Authority rumo ao Face-Turn, deixando o Ring alegando não precisar de ninguém, isto está ficando cada vez mais interessante, foi confuso, foi estranho, mas ao menos veremos mais uma vez esse grande duelo. 



E vocês, o que acharam do Elimination Chamber?