Ex-membro da WWE fala sobre a legitimidade das votações no WWE App

Nenhum comentário :

Kevin Eck, membro da equipa criativa da WWE durante três anos e responsável por um artigo publicado sobre a forma como a WWE vê a Divisão feminina, voltou a revelar alguns detalhes sobre o que se passa nos bastidores. O tópico, desta vez, foi a legitimidade das votações feitas na WWE App, visto que esta semana, foi dessa forma que a WWE determinou o main-event do Payback.

Aqui estão alguns excertos do artigo de Eck. “ Já não trabalho para a WWE, portanto não posso comentar com certeza absoluta a legitimidade por detrás da votação do novo main-event do WWE Payback. Só posso falar do que vi durante os meus três anos na companhia, de 2011 a 2014. Posso agora revelar que, durante esse período de tempo, todas as votações eram legítimas.

Sei que isto será recebido com ceticismo, da parte de vários fãs, mas posso dizer a vocês, que existiram ocasiões em que nós, membros da equipa criativa, sugerimos a Vince McMahon uma manipulação dos resultados, assim tendo o resultado que queríamos, mas este recusava-se sempre a comprometer a integridade da votação.

Uma das minhas piores experiências na WWE envolveu um segmento, no qual os fãs iriam votar, e que eu tive de dirigir. Isto aconteceu em Agosto de 2012 e os fãs teriam que escolher o convidado do Piper’s Pit. As escolhas eram Chris Jericho, Dolph Ziggler e The Miz. O engraçado é que, independentemente de quem ganhasse a votação, todos iriam aparecer no segmento com Roddy Piper. Mesmo assim, tive que escrever três segmentos diferentes, pois o vencedor iria aparecer primeiro e interagir com Piper, apenas para depois ser interrompido pelos outros dois. Quando abordei Roddy Piper para falar do segmento, este perguntou-me quem iria vencer a votação, ao que eu respondei que, provavelmente, seria Jericho, mas não tinha a certeza porque a votação seria legítima e os resultados só são conhecidos momentos antes do segmento começar. Piper sorriu, me olhou nos olhos e perguntou novamente: “Pois, diga-me apenas quem vai ganhar.” Acho que ele nunca ficou verdadeiramente convencido de que nós não íamos manipular os resultados.

Quando nos sentamos os cinco para falar das três versões do segmento, cada pessoa queria fazer as suas alterações ao diálogo, especialmente Piper e Jericho. Miz sentia que não tinha falas suficientes e queria adicionar mais algumas, o que teria tornado o segmento longo demais. Para piorar a situação, enquanto Piper estava nos bastidores a tentar decorar as suas falas – um ou dois minutos antes de se dirigir ao ringue, quando na realidade só iria saber quem seria o entrevistado quando lá estivesse – Vince McMahon decidiu fazer alterações ao script e me encarregou de informar Piper da mudança. Piper reconheceu que estava a falar com ele, mas acho que ele não me estava mesmo a ouvir. Como esperávamos, Jericho venceu a votação, mas Piper perdeu-se rapidamente no segmento e começou a improvisar. Jericho tentou salvar o segmento, mas este foi um desastre total. Os comentaristas – sob ordens de Vince – arrasaram por completo com o segmento, assim como os fãs nas redes sociais.

Mais tarde, Piper respondeu às críticas dizendo o seguinte, no Twitter: “ Li que Vince estava furioso com o último Piper’s Pit. Nada me foi dito diretamente. Só para que conste, NÃO FUI QUE ESCREVI AQUELA PORCARIA! #bemadatwriters.”

Para ser justo, acho que – sem querer – nós colocamos Piper numa situação ingrata. Pedir que ele memorize três segmentos diferentes, apenas para descobrir qual seria a versão que iria usar quando já estivesse em ringue é demais. Ao menos não comprometemos a integridade da votação.”

Nenhum comentário :

Postar um comentário