Gigantes do Ringue 01/02/2015 - SESC Pompéia


Domingo dia primeiro de Fevereiro de 2015, eu Vitor Alves, estive no evento da Gigantes do Ringue, no SESC Pompéia, e não me decepcionei nem um pouco em estar lá.

Começando o Show, Mano John vs Bruno Silva, no combate inicial do evento, uma luta boa, onde não esperava que os lutadores fossem realizar tais golpes, alguma falha aqui ou ali, mas passaram quase despercebidas, para uma match de inicio de evento foi muito boa (melhor que muito Kick-Off show de WWE), e em minha avaliação, a match merece nota 6.

Destaque que Mano John e Bruno Silva são da Astros do Ringue, espero que voltem ao GDR em breve, e que aperfeiçoem algumas técnicas.

Seguindo no Card do Evento, o uruguaio Bino Rock esteve frente a El Gringo, uma match um pouco mais cadenciada, com o ritmo sendo dado por Bino Rock, foi no mesmo nível da primeira match, mas com o destaque do Santo de Tommy Dreamer que baixou em Gringo, que usou de artifícios um pouco mais Hardcores para o combate, o decepcionante foi o fim da match, que foi por "Count-Out", já El Gringo atribuiu sua derrota ao Dragão Ninja Branco, que está se recuperando de lesão, e estava controlando o gongo, Gringo lançou um desafio para uma luta entre ambos, no retorno do Dragão aos ringues.

Match mais lenta, porém os pontos hardcore deram créditos a ela, nota 7 para a match, sem mais comentários.

Na terceira match do evento tivemos Red Calibre vs Tiger Trow, match  boa, onde os pontos fortes de ambos foram ressaltados no combate, Red usando seus chutes, e Tiger usando sua força, uma luta dominada por Red Calibre, e apesar de algumas falhas, achei uma match boa.

Gosto do estilo do Red Calibre, e gostaria muito de ver ele um pouco mais afiado nos golpes para a próxima apresentação do GDR, match nota 6 também.

E agora, o Main Event, valendo o campeonato Brasileiro de Luta Livre versão GDR, o campeão Erivan Paulino vs "O garoto de ouro" Rony Kidd, a melhor match do evento, onde graples, flyings e tudo que se tinha direito aconteceu, não há como destacar a atuação de algum deles, pois os dois foram excepcionais, o resultado foi inesperado, pela forma que aconteceu, um final ótimo para quem esteve no local.

Match nota 9, que esteve muito próxima de chegar a perfeição para os padrões Brasileiros, seria ótimo ver grandes workers como eles trabalhando juntos.

Nota geral para o evento: 8