NBO Entrevista - Tytan FILL


Fala ai pessoal, no NBO Entrevista dessa semana, trazemos um dos destaques do Wrestling Nacional, teremos a honra de apresentar a FILL e o glorioso Tytan, uma entrevista bem bacana, que vocês precisam acompanhar.


Espero que gostem, e aproveitem, vamos tornar o Wrestling brasileiro numa marca de poder.

Entrevistador: Vitor Alves, COO e Dono da NBO Wrestling
Entrevistado: Tytan, da Federação Internacional de Luta Livre (FILL)



Vitor: Bom você é da FILL, quem são os fundadores e qual o propósito da Companhia??

Tytan: Eu e um amigo tivemos uma ideia de fundar uma equipe de Wrestling. Espalhamos o recado no extinto orkut e algumas pessoas responderam, mas apenas uma ficou e foi trazendo outras. Logo éramos uma equipe (com muitos altos e baixos) e o resto todos conhecem. O propósito é formar lutadores e fazer o melhor show que pudermos para os fãs.




Vitor: Na FILL, vocês tem algum show semanal ou mensal??

Tytan: Temos o canal. Que lançamos os vídeos semanalmente. Nossos shows são devidos à demanda. Se nos convidam estaremos lá. Isto pode ser uma vez, duas vezes ao mês... Tem essa variação.




Vitor: Vocês atuam apenas no Rio de Janeiro?? Ou fazem shows por todo o Brasil??

Tytan: Atuamos onde nos convidarem. Só fizemos shows no Estado do Rio de Janeiro, por só termos tido oportunidade por aqui.



   
Vitor: A FILL é uma companhia de destaque no cenário nacional, sendo uma das melhores, voces estariam equiparados a qual empresa Indy atualmente??

Tytan: Nenhuma. Fazemos a nossa contribuição focando em fazermos o nosso melhor olhando pra cá. Não serei hipócrita em dizer que não assistimos PWG, RoH, NJPW... Mas a nossa realidade é completamente diferente destas equipes. O país, o cenário... Tudo. Logo, se comparar ou mirar ser igual a uma delas, seria um erro logístico imenso. Nossa história, somos nós que escrevemos.




Vitor: E qual a média de publico dos shows da FILL??

Tytan: Mais uma vez, variável. Começamos no Rio Anime Club e lá vão centenas de pessoas, mas não é um show nosso, somos convidados de um evento. Onde treinamos, em nossa base, geralmente são entre 30, 50 pessoas (para um show pago). Pode ocorrer também de irem pouquíssimas pessoas, como no penúltimo evento que fizemos em que tivemos 2 pessoas. Já no Greip, por ser gratuito e num local aberto ao público, o número varia mais ainda.
Focamos aumentar o público, mas depende bastante de termos grana para divulgação e outras coisas. Isto depende mais de nós, do que qualquer outra coisa.




Vitor: E uma transmissão em uma TV ou algo do tipo ajudaria com relação a isso??

Tytan: Obviamente. Mas isto depende da adequação do produto a uma grade de TV específica. É algo muito mais complexo que não depende apenas da equipe, mas muito mais coisa que eu poderia explicar por aqui. Uma oferta de TV, para dar certo, depende mais do interesse e procura dos fãs do que outra coisa. O que nos leva a melhoria plena do produto para que os fãs venham.




Vitor: Na FILL quais títulos são disputados?? Há eventos específicos (Como eventos mensais por Exemplo) em que esses títulos são postos em jogo??

Tytan: Temos duas categorias. O Cinturão Absoluto, representado por Lorain Campos e os cinturões de duplas. Com a Dark Claw.
Temos eventos temáticos, mas nenhum deles se caracterizando em ter que defender um ou outro somente. Tudo depende da storyline.




Vitor: E para quem estiver interessado em iniciar na FILL, qual o método de seleção vocês utilizam??

Tytan: Somos uma escola de Wrestling e ensinamos a quem quiser sem cobrar nada. Basta a pessoa ter até 15 anos, estar apta fisicamente (dããããã) e ter autorização dos pais (quando menor). Dizemos que é a pessoa com o seu interesse que se põe no card (vide Vinny Darko que começou em dezembro estreou em janeiro e hoje é um dos melhores do país, não apenas em minha opinião). Ele tinha menos de um mês nessa época, mas treinava quase todo dia.

Estreia de Vinny Darko contra Tytan, clique na imagem e veja a luta.




Vitor: A FILL tem alguma parceria com outra companhia de Wrestling aqui no Brasil??

Tytan: Temos nossos parceiros que juntos, realizamos o primeiro evento interestadual. O pessoal da SWU, CWL da recém criada EPW... Tentamos ter contato e boas relações com todas as equipes.




Vitor: Agora sobre você, qual sua inspiração no esporte??

Tytan: Sempre sonhei em fazer Wrestling. No início, meu sonho era ir pra WWE (acho que todo mundo sonha com isso), mas passando por diversas experiências como passei e depois de começar com isso, com o sonho de fazer Wrestling no Brasil, não apenas incentivo, como sei que meu lugar é aqui. É ajudar o esporte em nosso país. Seja na integração, seja compartilhando experiências... Fazendo o meu melhor.




Vitor: E em qual Wrestler que você se espelha??

Tytan: Eu sou muito fã do 2 Cold Scorpio.




Vitor: Como e onde foi o inicio da sua carreira??

Tytan: Na areia. Não tinha lugar pra treinar, fui fazer Lutra Livre esportiva e já tinha feito outras artes marciais. Daí, fui pra SP, fiz parte da Abraluli (Associação Brasileira de Luta Livre) por algumas semanas, desisti e parei por 2 anos, até pela insistência deste amigo que citei, começamos a FILL, eu continuei e nunca mais parei.




Vitor: Se houvesse uma proposta do exterior hoje, você deixaria a FILL??

Tytan: Definitivamente não. Na época que o William Regal veio e esta possibilidade em nossas cabeças era real, conversamos e eu já tinha dito que de todos, eu era o único que não poderia ir, porque o trabalho aqui tem que continuar. Lógico que disseram que eu estava mais louco que Jeff Hardy enfrentando o Sting, mas além de saber que estou um pouco velho pra isso, meu lugar é aqui. Este é o meu papel.




Vitor: E qual é o seu estilo de wrestling??

Tytan: Adoro o estilo Flying, mas as pessoas sofrem, porque sou pesado e aí já viu... Gosto de usar o que sei sobre arremessos e chutes, logo, trocando em miúdos, os 3 estilos seriam flyer, artes marciais e técnico.




Vitor: E qual o seu maior desafio nos treinos (dificuldade)??

Tytan: Cair nos outros sem machucar. As lesões que se acumulam estão começando a cobrar o débito do tempo. Estou com o joelho micro fraturado, mas tenho que continuar treinando por causa do show do 18. Tirando a dor e não machucar o povo, de resto, tudo bem.




Vitor: A seu ver, hoje qual Wrestler representa melhor o Wrestling brasileiro??

Tytan: Que pergunta! Bom, eu poderia dizer (no personagem) que sou eu e ponto final, mas seria injusto apontar apenas um. A conta certa é indicar todos nós que fazemos o que fazemos sem receber nada em troca, pagarmos do nosso bolso pra lutarmos e só ouvir um "bom trabalho". Todos que o fazem representam o Wrestling brasileiro. Que não dá dinheiro hoje... Hoje...




Vitor: Essa seria justamente a próxima pergunta, o hoje vocês conseguem viver apenas com o Wrestling??

Tytan: Não, não dá. Mas estamos trabalhando pra isso. Profissionalizar este esporte.




Vitor: Então pode se dizer que hoje seu maior sonho é profissionalizar o Wrestling no Brasil??

Tytan: Sim. Pois todos ganhariam com isso.




Vitor: E pra você, quais é o caminho que se deve seguir para que isso aconteça??

Tytan: Já citei antes. Conquistar os fãs, fazendo com que os shows sejam cheios e com isso conseguir bons patrocinadores. O resto é conseqüência de um bom trabalho. TV, viagens... Tudo começa com os shows sendo bons e o público indo.




Vitor: Bom por hoje é só, apenas para encerrar queria que você deixasse uma mensagem pro pessoal que acompanha o Wrestling nacional.

Tytan: Assistam aos vídeos no mínimo, amigos. Critiquem suas equipes favoritas para que elas melhorem e indiquem boas sugestões para que o show fique do agradado de quem assiste. Só assim para melhorarmos cada vez mais e fazermos, cada vez mais. Abraços a todos e é só isso mesmo.

Tytan na FILL




Quero agradecer novamente ao Tytan por esta oportunidade, e pelo apoio, e vamos fazer nossa parte acompanhando, pois são shows muito bons os apresentados na FILL, para mais detalhes entre na nossa pagina do Facebook e confiram.



Participação da FILL no Fox Sports




Acesse nosso Facebook


Valeu pessoal, até a próxima...